Naruto Portugal - O Melhor de Naruto em Português
Bem-vindo ao Naruto Portugal, onde o mundo ninja se abre para ti! Para teres acesso completo ao conteúdo do fórum, deves fazer Login ou Registar-te. Vem descobrir todos os segredos e fazer parte da melhor comunidade portuguesa!


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. A utilização de conteúdos não é autorizada.


GaleriaInícioCalendárioPortalFAQBuscarRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Deficientes físicos e/ou mentais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Shibiusa
Administradora
Administradora


Feminino
Título : Membro Lendário
Número de Mensagens : 6633
Idade : 25
Localização : Somewhere only we know
Data de inscrição : 20/10/2007

Respeito às regras : 100%
Ryos : 8538

MensagemAssunto: Deficientes físicos e/ou mentais   Ter Maio 04, 2010 4:06 pm

Vamos fazer aqui uma partilha de opiniões e debate e tal... O fórum precisa deste tipo de coisas. ^^

O que pensam vocês dos deficientes físicos ou mentais?
O que pensam/fazem quando passam por um na rua?
Como acham que eles se sentem relativamente a outras pessoas?
Costumam lidar diariamente com estas pessoas?
Sabem lidar diariamente com estas pessoas? Se sim, que tipo de deficiência é, como lidam com isso, que cuidados devem ter, etc...?

EDIT: Só para avisar... Não se assustem com o testamento que se segue. xD

Por acaso, estou em Terapia Ocupacional e grande parte das intervenções é com deficientes. Por isso, quem vier para um curso destes porque pensa que vai ser giro ir para um hospital sem ser enfermeiro/médico e não conseguir lidar com este tipo de pessoas, vai ficar muito mal. Há que se ter uma mentalidade aberta e sem preconceitos quando se quer algo relacionado com saúde.
Já comecei com o estágio e envolve alguma interacção, embora o objectivo dele neste primeiro ano seja vermos como a Terapia Ocupacional se encaixa em diferentes contextos. Não é que tivesse algum preconceito quanto a deficientes, bem pelo contrário, mas fiquei mesmo afectada com alguns casos (no bom e no mau sentido). Vi casos extremamente graves, como a doença mental grave e o síndrome de Angelman, que nem sei como descrever. Só sei que foi mesmo chocante. Vi o sorriso de muitas crianças que, apesar de tudo, são felizes. Sorrisos maiores que muitas das crianças ditas normais. É por este sorriso que quero lutar.
A dificuldade que têm para fazer actividades diárias que, para nós, são banais, a dificuldade que têm para se integrarem muitas das vezes... Alguma imaginaram o que é ter uma cadeira de rodas numa cidade? Tentarem ir ao Multibanco de cadeira de rodas, por exemplo? Muitas vezes, não há acessos para estas pessoas, não há condições para eles (podem ter rampas, sim. Mas e depois? Se não tiver o ângulo certo, continua a ser complicado. É como se tentar subir de bicicleta numa grande inclinação), nada é adaptado para pessoas assim. E estou apenas a falar das dificuldades motoras. A variedade é tanta que era capaz de ficar aqui horas a escrever.
Posso deixar aqui uma actividade para fazerem em casa que também dei numa exposição de cursos (o meu curso teve um stand e fizemos um monte de actividades para mostrarmos a quem passasse o que fazíamos e a dificuldade que uma pessoa com deficiência tem). Se forem dextros, não podem usar a mão direita. Se forem esquerdinos, não podem usar a mão esquerda. Tentem descascar uma simples maçã com a mão que não estão habituados a usar (nada de usar a outra!). Se tivessem um acidente e não pudessem usar aquele braço, era assim que tinham que fazer. Uma pessoa que tenha um AVC e fique com aquela parte do corpo paralisada também faz assim. Imaginam a frustração que é? E pedir ajuda é uma humilhação para eles. Tentem deitar-se na cama e imaginar que têm metade do corpo paralisado (ou até mesmo o corpo todo, no caso da tetraplegia). Depois tentem mudar de posição sem usar aquela parte do corpo. Eram capazes de meter o orgulho de lado e pedir ajuda? Ah pois.
Por acaso, o motivo para querer seguir esta área foi graças ao meu primo mais novo, que tem 3 anos. Ele nasceu com paralisia cerebral graças ao (incompetente) médico que lhe fez o parto (ou que se recusava a fazer o parto, porque, segundo ele, febre e tensão alta é perfeitamente normal numa grávida depois de lhe terem rebentado as águas -.-"). Um bebé tão lindo e com paralisia cerebral. A minha família sofreu imenso por causa disto. Tivemos imensos problemas familiares desde que o pequenino nasceu (até o próprio pai o rejeitou). Era o sorriso dele (que não é um sorriso normal, mas é como ele sabe) que nos alegrava o dia. Então jurei para mim mesma que o ia manter. O dele e o de toda a gente que tenha este tipo de problemas e sofre por causa da patologia que tem. Eu acho que é uma excelente motivação para querer seguir algo assim. ^^
Para além do caso do meu primo, no qual o pai dele não aceitou ter um filho deficiente e abandonou a mulher e o filho mais velho, vi um caso de uma menina em que a mãe a tratava mal. Não falo no sentido de lhe bater e assim, mas na maneira como a tratava. Era fria. Era como se a própria filha a repugnasse. Outro caso era de uma senhora com uma doença mental (já não me lembro se era bipolar ou esquizofrénica) em que a família não acredita que ela esteja controlada devido ao que ela fez no passado e, por isso, não a querem aceitar novamente no mundo "fora do hospital psiquiátrico" (onde eles apenas teriam que lhe dar um tecto, visto que a senhora sabe fazer tudo). Lá porque são pessoas "diferentes", não significa que não sejam pessoas. Têm todas as potencialidades de uma pessoa normal. Apenas foram limitadas por algum motivo (embora com as ajudas certas consigam ultrapassar essa limitação).
Todas as pessoas que vi estavam no caminho de se tornarem pessoas o mais independentes possíveis (ou, no mínimo, a manterem a qualidade de vida que têm actualmente). O que me fascina na área onde estou a estudar é que ajudamos as pessoas a serem aceites, a serem independentes, a sentirem-se donas da própria vida. Embora seja um pouco como a fisioterapia em termos de reabilitação e habilitação, vai para além disso. Tem um objectivo, que é tornarem-se o mais independentes possíveis nas actividades de vida diárias. Lavar os dentes, comer com talheres, saber gerir o dinheiro, etc (até actividades de lazer). Damos-lhes liberdade e a rédea das próprias vidas (coisa que muitos deficientes não têm porque os tratam como "coitadinhos que irão precisar sempre de ajuda").
Um caso que adorei (e com o qual fiquei de tal modo fascinada que disse que era mesmo este o curso que queria) foi numa escola. Os miúdos com deficiência estavam tão bem integrados, que não havia qualquer preconceito por parte dos outros miúdos. Eles tratavam-nos normalmente, como tratariam qualquer amigo. Foi mesmo lindo ver aquilo. Principalmente quando já fui vítima de bullying e sei o quão terríveis podem ser os colegas de escola. Vê-los a serem tratados normalmente deu-me uma felicidade enorme.

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
My favourite thief <3

Gayness ftw!:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://bleachportugal.forumeiros.com/
Saru
Banido!


Masculino
Número de Mensagens : 906
Idade : 23
Hobbies : Anime/Manga ^^ escrever/ler, Jogar PSP, ouvir musica, estar com os amigos,MSN ^^ Ver tv, Net
Data de inscrição : 11/02/2010

Respeito às regras : 0%
Ryos : 3284

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Ter Maio 04, 2010 5:13 pm

Pessoal...Este tópico veio mesmo a calhar....

Espero não apanhar o pessoal de surpresa...Mas eu sou deficiente físico, não sei se já ouviram falar eu paralisia cerebral...Já? Pronto, eu tenho paralisia cerebral.Está é uma doença que afecta a parte MOTORA de quem sofre desta mesma doença...Mas consigo fazer tudo ou quase tudo no dia dia. vestir,comer e tomar banho etc...Para mim não é problema nenhum...Eu não falei disto na minha apresentação...Porque tive receio de ser olhado de maneira diferente.... "e nos meetings?" era o que eu pensava...Sim só quem está comigo pessoalmente é que nota isso...Está doença não me afecta a parte cognitiva/Mental.

Bem, pessoal sorry por ter escondido isto....

Desculpas maiores a Ilegal, ao Fábio, e ao resto do pessoal com quem me socializei mais...Sorry...

Espero que o pessoal continue a ser BACANO como dantes...

BOM TÓPICO SHIBI... PARABÉNS
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.escritorproject.webs.com
Fábio Tavares
Moderador
Moderador


Masculino
Número de Mensagens : 7209
Idade : 26
Localização : Palmela
Hobbies : PS3, Séries e Filmes
Data de inscrição : 06/02/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 7980

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Ter Maio 04, 2010 7:20 pm

Até parece que aqui alguém tem algum problema Saru xD ganda maluco.
Pelo que dizes, mesmo tendo uma incapacidade motora, fazes quase tudo normalmente, e isso é o mais importante ^^

Em relação ao tópico...
Não tenho obviamente problemas nenhuns com eles, mas de facto, quem tem deficiências, tanto mentais como motoras de maior relevância, tem a sua vida muito condicionada.
Claro que depende da deficiência, mas muitas vezes não arranjam emprego, não estão preparados para se tornarem independentes e por ai.
A Pena é um sentimento muito feio, mas é a única coisa que sinto em relação a isso.

_________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]





Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Saru
Banido!


Masculino
Número de Mensagens : 906
Idade : 23
Hobbies : Anime/Manga ^^ escrever/ler, Jogar PSP, ouvir musica, estar com os amigos,MSN ^^ Ver tv, Net
Data de inscrição : 11/02/2010

Respeito às regras : 0%
Ryos : 3284

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Ter Maio 04, 2010 7:32 pm

Ya...Nós temos de trilhar o nosso caminho ninja de maneira diferente, e dai? Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.escritorproject.webs.com
kazekage
Anbu
Anbu


Masculino
Número de Mensagens : 989
Idade : 23
Localização : Ericeira
Hobbies : TV, computador, sair com os amigos, praia...
Data de inscrição : 05/02/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 3452

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Ter Maio 04, 2010 8:30 pm

1º-Consegui ler o texto, custou mas foi XD
2º-Faço quotes ao fábio em tudo.
3º-Saru...epá não tenho nada a dizer, para mim continuo a pensar em ti como um tipo Fixe, tal e qual como dantes XD
4º-A minha avó andava de cadeira de rodas, sempre me habituei a vê-la assim e desde pequeno não tenho preconceito nenhum quanto a este assunto. Lembro-me que ela conseguia fazer quase tudo, apesar de tudo era feliz e andava pela casa normalmente (ás vezes nem se dava por ela), claro que tínhamos de ajudar em alguma coisa ou outra mas de acordo com as suas limitações fazia uma vida bastante normal.
5º-XP bom tópico Shibi
Voltar ao Topo Ir em baixo
katsu_cannon
Sennin
Sennin


Masculino
Número de Mensagens : 2466
Idade : 20
Localização : Lisboa
Hobbies : Futebol e PS3
Data de inscrição : 24/07/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 4797

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Ter Maio 04, 2010 8:44 pm

Também consegui ler o texto todo xD
Parabéns pelo tópico Shibi ^^
Também já lidei com pessoas com deficiências tanto motoras como mentais, mas que não interferem com o seu dia-a-dia, são pessoas completamente normais. Saru não tens de pedir desculpas, tu és como és e a gente aceita-te assim e visto que consegues fazer tudo normalmente ainda nos dás mais motivos para pensarmos assim xD mas o mais importante é conseguires fazer tudo bem, isso é que importa ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
007Laranja007
Chuunin
Chuunin


Feminino
Número de Mensagens : 223
Idade : 24
Localização : Midgar :D
Hobbies : Jogar PSP, Ver TV, Ver Filmes, Passear, etc
Data de inscrição : 22/03/2010

Respeito às regras : 100%
Ryos : 2565

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 12:07 am

Eu tenho um vizinho que tem Parkinson (é por isso que o meu tema de AP tem a ver com Parkinson) e ele tem muitos tremores que não consegue controlar.

Muitas vezes fico a agarrar a porta do meu prédio durante um bocado porque ele não consegue andar normalmente.

Eu sei que ele não gosta que lhe ajudem (eu também não kereria por causa da minha personalidade) mas mesmo assim faço questão de o ajudar de uma forma discreta para que ele não pense que está a incomodar-me ou algo do género.

Doentes mentais nunca lidei com nenhum...na verdade eu nunca sei bem o que fazer quando vejo um doente...não sei se o hei-de ajudar ou não pois depende das pessoas...

Eu já conheço bem o meu vizinho por isso lido com ele da maneira que eu já descrevi...mas existem certas pessoas que não querem ser ajudadas por isso...não sei.
Eu não quereria ser ajudada se fosse uma doente...eu iria querer manter a minha independencia...mas isto depende de pessoa para pessoa...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Carriçoo
Moderador
Moderador


Masculino
Número de Mensagens : 4121
Idade : 23
Localização : Almada
Hobbies : Futsal
Data de inscrição : 08/10/2008

Respeito às regras : 100%
Ryos : 5666

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 12:12 am

É admiravel a força, vontade, coragem dessas pessoas, e nada mais tenho a dizer.

btw, bom tópico shibi.

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Drialmeida
Oinin
Oinin


Masculino
Número de Mensagens : 591
Idade : 24
Localização : E como encontrar um trevo nas trombas de um elefante xD
Data de inscrição : 12/10/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 3597

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 8:46 am

Bem... desde ja um exelente topico Shibi

Eu nao tenho quaisquer preconceito para com estas pessoas, ate porque eu poderia ser praticamente igual a elas... Eu nasci com um problema de cordenacao motora, porque o incompetente do medico demorou tempo de mais a executar o parto.
Felizmente... Muito felizmente o meu problema de cordenacao motora so me afecta a parte do calcanhar, ambos os meus calcanhares nao tem a mesma elesticidade que os vossos. Embora eu consiga andar, correr, saltar... Normalmente, muitas vezes quando pratico desportos, o pessoal repara que algo se passa com os meus pes, algo que me afecta tambem a nivel psicologico (ou afectava em mais novo), pois eu sempre tive o sonho de me tornar jogador profissional de futebol.
Eu lutei bastante nesta area, entrei para esta modalidade bastante novo, mas nunca consegui ultrapassar na totalidade este problema, foi entao que a cerca de 3/4 anos atras, eu resolvi comecar a jogar como guarda-redes, pois bem... Na ultima temporada fui considerado melhor guarda-redes da liga de wales, sendo que fui 2 vezes o melhor jogador em campo

A mensagem que quero transmitir com isto e que nunca desistam do que realmente querem por um ou outro problema a nivel de saude que tenham, com esforco e forca de vontade tudo se consegue ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fábio Tavares
Moderador
Moderador


Masculino
Número de Mensagens : 7209
Idade : 26
Localização : Palmela
Hobbies : PS3, Séries e Filmes
Data de inscrição : 06/02/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 7980

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 9:48 am

Drial, esse teu problema é mesmo de cordenação motora ou tens os calcanhares curtos?
É que existe uma operação muito simples que trata disso.
O filho do meu explicador andava sempre em bicos de pe como o calcanhar era curto, ele fez essa mini operação e tá fixolas.


E já agora, Parabéns ^^

_________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]





Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Drialmeida
Oinin
Oinin


Masculino
Número de Mensagens : 591
Idade : 24
Localização : E como encontrar um trevo nas trombas de um elefante xD
Data de inscrição : 12/10/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 3597

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 9:51 am

Nop... o meu problema e mesmo de cordenacao motora :/, tanto que eu consigo colocar ambos os pes direitos no chao, quando eu era puto a minha medica de familia aconselhou-me a praticar natacao para ganhar mais elesticidade na zona do calcanhar, mas aquilo pouco ou nada fez lol
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fábio Tavares
Moderador
Moderador


Masculino
Número de Mensagens : 7209
Idade : 26
Localização : Palmela
Hobbies : PS3, Séries e Filmes
Data de inscrição : 06/02/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 7980

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 9:57 am

Bem, talvez com fisioterapia chegasses lá.
Mas pelo que vejo, o teu prob. não é muito grave ^^

_________________

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]





Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lady
Moderadora
Moderadora


Feminino
Título : Killa Tópicos
Número de Mensagens : 2786
Idade : 29
Localização : Lisboa
Data de inscrição : 26/03/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 4682

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 10:15 am

Primeiro que tudo devo dar os meus parabéns à Shibi. O teu sonho (e espero que se concretize) é dos mais altruístas que tenho visto nos últimos tempos. Espero que o consigas concretizar, pois já vi que a tua vocação é mesmo ajudar os outros. Wink

Ah e também li o texto todo, fiquei com imensa pena do teu primo quando li que o pai o tinha abandonado, mas quando disseste que apesar de tudo essa criança ainda era capaz de esboçar um sorriso fiquei muito mais feliz. Porque embora nunca tenha trabalhado com crianças deficientes físicas ou mentais, reparo que são capazes de esboçar um sorriso mais bonito que qualquer criança dita normal. Ainda me lembro quando no 5º ano fiz um recital de flauta num centro de deficientes dos sorrisos agradecidos daquelas crianças por lhes estarmos a dar atenção. É algo que nunca vou esquecer.

De resto, e como nunca tive contacto directo com pessoas com este tipo de problemas, posso dizer que o orgulho é um dos maiores problemas para essas pessoas e talvez o mais complicado de lidar para os que a rodeiam. É que muitas vezes abdicar do orgulho é fazer com que nos sintamos menos humanos e incapazes (sei isso porque sou uma pessoa muito orgulhosa) e acho que, no caso destas pessoas, tem que se tentar ajudá-las sem que elas percam esse orgulho. Percebo que seja muito complicado fazer isto, mas tal como referi, nunca lidei directamente com pessoas assim e por isso não sei muito bem. Se tivesse um caso desses na família ou como filho primeiro que tudo não menosprezava essa criança e depois procurava informar-me (com associações) da melhor maneira de lhe dar uma vida melhor e mais confortável. Claro que este discurso é muito bonito da minha parte (é o que sinto) mas não quer dizer que seja fácil para uma pessoa de repente ver-se em mãos com uma situação assim. Teria de adaptar toda a minha vida em função dessa pessoa e isso é talvez o que é mais complicado para a maioria das pessoas. Digo isto porque em geral as maioria das pessoas vive em função de si própria, sem pensar nos outros à sua volta e é complicado passar a incluir na rotina diária outra pessoa. No entanto, também acho, que desde que haja amor e força de vontade tudo se consegue.

É de louvar as pessoas com deficiências ainda noutro sentido que não foi exposto aqui. Não sei se já repararam mas são os únicos que nos trazem medalhas de ouro para Portugal. Porque ao passo que malta dos Jogos Olímpicos (tipo Telma Monteiro) se queixam de falta de apoios, os nossos atletas dos Para-Olímpicos conseguem com menos apoios ainda ganhar medalhas. É algo que me deixa extremamente feliz, mais do que propriamente as medalhas olímpicas. É sinal que estas pessoas conseguem ultrapassar as limitações, distinguir-se por isso e ainda dar uma grande alegria ao nosso país. E isto é de louvar. Wink

Bem parece que o meu testamento é quase do tamanho do da Shibiusa, só quer dizer que o tema foi realmente bem escolhido e é fascinante poder discutir estas coisas.

Quanto ao Saru se tivesses dito isso na apresentação não te iria tratar de maneira diferente. És uma pessoa cinco estrelas e isso é que importa. ^^)

_________________
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Spoiler:
 

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Saru
Banido!


Masculino
Número de Mensagens : 906
Idade : 23
Hobbies : Anime/Manga ^^ escrever/ler, Jogar PSP, ouvir musica, estar com os amigos,MSN ^^ Ver tv, Net
Data de inscrição : 11/02/2010

Respeito às regras : 0%
Ryos : 3284

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 3:03 pm

Lady_Hinata escreveu:

Quanto ao Saru se tivesses dito isso na apresentação não te iria tratar de maneira diferente. És uma pessoa cinco estrelas e isso é que importa. ^^)

Thanks....KILLA TOPICS FTW^^

Eu tento ser independente ao maximo, mas por vezes um "miminho" sabe bem Razz

Quote Carriço

Tens razão, é esplêndido ver a força de vontade e determinação dessas pessoas ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.escritorproject.webs.com
kike
Gennin
Gennin


Masculino
Número de Mensagens : 85
Idade : 27
Localização : Braga
Data de inscrição : 16/04/2010

Respeito às regras : 100%
Ryos : 2464

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 4:06 pm

tenho um amigo meu com deficiência física e bem vejo o que ele sofre para ir sozinho a qualquer lado.
e o pior é que ele foi uma pessoa "normal" e de repente fica assim... o sofrimento psicológico que teve foi incrível.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Saru
Banido!


Masculino
Número de Mensagens : 906
Idade : 23
Hobbies : Anime/Manga ^^ escrever/ler, Jogar PSP, ouvir musica, estar com os amigos,MSN ^^ Ver tv, Net
Data de inscrição : 11/02/2010

Respeito às regras : 0%
Ryos : 3284

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Qua Maio 05, 2010 4:11 pm

Eu já sou assim desde que nasci "felizmente", Não me imaginaria a ficar condicionado depois de me adaptar á vida normal
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.escritorproject.webs.com
Tixa
Chuunin
Chuunin


Feminino
Número de Mensagens : 143
Idade : 24
Localização : Garvancity
Hobbies : Ler, Escrever, Desenhar, Sair com amigos, Namorar, Naruto, Manga, Anime
Data de inscrição : 11/03/2009

Respeito às regras : 100%
Ryos : 2920

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Seg Jun 07, 2010 10:49 pm

Primeiro de tudo, dou os parabéns à Shibi por falar de um tema de que nem sempre se sente à vontade de falar, e por seguir uma área em que ajuda essas pessoas.

Umas colegas minhas fizeram um trabalho sobre as deficiências na nossa escola, e graças a elas chegaram a pôr algumas rampas que facilitam o acesso de um (só um!) rapazinho que tem dificuldades motoras, no entanto o mesmo miúdo é super querido e uma grande barra a Inglês, e o pessoal da escola trata-o super bem. (Ele inclusive ganhou o título de Mister Escola e chegou a participar num desfile de moda!)
Também temos um rapaz autista e mais um rapaz e rapariga com deficiências mentais, no entanto (e talvez por a minha escola ser pequena) não se sente qualquer discriminação.

Eu tenho uma prima com cerca de 40 anos que sofre de Trissomia 21, à 10 anos ela ia à escola conversava comigo. No entanto, desde à um ano para cá, tem vindo a perder tanto as capacidades motoras como as cognitivas, o que me custa um bocado, porque ela já nem me reconheçe e tão pouco reconheçe os pais. No entanto ela teve sempre o apoio da família, porque vê-la sorrir era algo fantástico. E infelizmente isso perdeu-se.

E já agora, falando nos Paralímpicos, se não estou em erro, Portugal já ganhou imensas vezes o campeonato de Boccia. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
TemariPT
Gennin
Gennin


Feminino
Número de Mensagens : 115
Idade : 23
Localização : Leiria / Caldas da Rainha
Data de inscrição : 08/09/2010

Respeito às regras : 100%
Ryos : 2337

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Dom Nov 07, 2010 10:03 am

Eu acho que os deficientes têm os mesmos direitos das pessoas. Quando as pessoas nascem não podem escolher os pais, a familia, o país nada, e assim a vida. Tenho pena dessas pessoas, mas felizmente existem aquelas que mesmo tendo deficiencia erguem a cabeça e seguem a vida. Agora, há sempre aquelas criaturas que dizem - " olha um deficiente HAHAHAH ", claro que depois eles nao se sentem bem, e acabam por ficar num canto à espera que alguem olhe para eles. É triste ver como é a sociedade acerca dos deficientes motores ou mentais, pode acontecer a qualquer um, até basta ser atropelada para ir parar a uma cadeira de rodas e ter problemas mentais. Tenho um conhecido que ele não liga aos comentários parvos e continua a fazer a sua vida normal, como se não tivesse nada. É simplesmente fantastico ver alguem assim.

Felizmente há pessoas como a Shibi que gostam de estar com eles, brincar com eles, e faze-los felizes. Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Saku*Hina
Gennin
Gennin


Feminino
Número de Mensagens : 87
Idade : 27
Localização : Santarém
Hobbies : Internet
Data de inscrição : 12/03/2011

Respeito às regras : 100%
Ryos : 2108

MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Sab Abr 16, 2011 2:29 am

Bem, acabei de ler este tópico e, para começar, quero deixar aqui os parabéns à Shibi por ter trazido este tipo de assunto à tona, bem como as minhas maiores admirações a ela e a todos os que já deixaram aqui a sua opinião.
Passo a explicar a razão das respectivas admirações: Há 18 anos, quando nasceu o meu irmão mais novo (tinha eu por volta dos meus 3 aninhos), a minha família passou por um abalo total. Éramos bastante pobres, vivíamos numa casa degradada, entregue literalmente "aos bichos" (lembro-me de, muitas vezes, estar a dormir e sentir um bando de baratas a passarem-me pela cara... Ainda hoje tenho fobia, mas enfim, essas eram apenas parte do zoológico nojento que tínhamos debaixo daquele tecto, além das ratazanas com tamanho de coelhos. Passando à frente, isto era só para perceberem mais ou menos em condições nos encontravamos...) mas, apesar de tudo, éramos uma família feliz. Normalmente é costume dizer-se que quando um irmão nosso nasce e somos ainda muito pequenos, estando habituados especialmente a ter a atenção de toda a gente posta em nós para depois essa ser passada para o novo elemento da família, nós sentimos ciúmes. O facto é que nunca consegui sentir ciúmes dele. Teimava em querer brincar com ele apesar de ser ainda um bebé, em estar sempre ao pé dele, em dormir ao pé dele... Enfim...
Durante um ano e meio, a nossa vida foi mais ou menos melhorando. As coisas pareciam estar a endireitar-se, embora a um ritmo lento, mas pelo menos mantinhamos aquela esperança sempre acessa de que, mais tarde ou mais cedo, tudo acabasse por se resolver e os problemas fossem desaparecendo. Enganámo-nos. Eles apenas tinham começado.
Após a morte do irmão mais novo da minha mãe (o qual todos dizem hoje que o meu irmão é a fotocópia total), o meu bebé deu uma grande queda e nunca mais foi o mesmo. Não falava, à medida que ia crescendo atacava-nos, batia-me, magoava-se a ele próprio e gritava. Gritava imenso. Coisas que ninguém entendia. Por razões que ninguém entendia. Quando conseguimos ir com ele ao hospital para percebermos o que se passava e depois de muitos nos dizerem que não era nada de preocupante, acabaram por diagnosticar-lhe uma doença chamada Autismo. Não sei se sabem o que é, nem eu hoje, apesar de todas as pesquisas que já fiz referentemente ao assunto e de conviver com o meu irmão todos os dias consigo explicar bem o que é. O que me dizem sempre é que ele tem falta de uma proteína no sangue que não é produzida em medicamentos. Ou seja, não tem cura. Pelo menos, enquanto não se começar a produzir essa proteína. E isso se revela nele como um tipo de Autismo.
Enfim, eu convivi bastante com o meu irmão. Cuidei dele sozinha desde os meus 4 anos para os meus pais poderem trabalhar, traduzi imensas vezes o que ele dizia a toda a gente porque, tal como eu disse anteriormente, ninguém o entendia (a não ser eu) e mais algumas coisas. E, bem, o que posso dizer mais é que, apesar de haver grandes dificuldades financeiras, hoje o meu irmão (classificado com 80% de deficiência mental), além de ter o quadrúplo da minha inteligência ajuda no trabalho cá de casa, adora cozinhar, trata da sua higiene pessoal sozinho, canta como ninguém e com uma voz linda, relaciona-se com animais (adora-os mesmo) e pessoas normalmente (tem montes de amigos), vai às compras, já vai fazendo as suas próprias poupanças, está a tirar um curso e sonha vir a ser um fotógrafo profissional. O que será isto tudo vindo de uma criança que, aos 5 anos, ninguém dava nada por ela? Resultado de ter carinho da parte da família, de lutarem por ele e de, acima de tudo, nunca o abandonarem.
Já fui muitas vezes com o meu irmão a sítios onde se reunem pessoas com a mesma doença dele e, por incrível que pareça, não vi nenhum em milhares tão bem desenvolvido como ele. É muito triste ver tudo aquilo, em particular se pensarmos que maioria dessas pessoas são olhadas de lado pelo que são sem que tenham sequer culpa, visto que muitas delas nasceram assim. Por isso, quando alguém aponta o dedo ao meu irmão, fico a martelar o sucedido por dentro durante dias e dias a fio. Porque cada golpe lançado para ele, eu certifico-me de que o apanho no peito para que ele não sofra, visto que ele nem sequer tem consciência disso. Assim sofro eu. Sempre é mais fácil. Sou mais crescida e, pelo menos, estou mais preparada para aguentar.
O meu irmão é apenas um caso. Eu adoro-o, já devem ter percebido, dou a minha vida por ele. Mas existem mais na minha família. A minha avó está na fase inicial do Alzheimer. Ainda estamos a tentar encarar isso. Sei que vai ser duro, em especial para o meu irmão, ele adora a avó e vai demorar a compreender porque razão é que ela, mais tarde ou mais cedo, acabará por se esquecer de quem ele é, mas a vida não pára. Apenas tem solavancos e temos de continuar a guiá-la, em busca de uma paragem melhor que a anterior.
Aqui fica o meu relato. Não creio que tenha muito mais a dizer. Volto apenas a agradecer a todos vocês por darem valor a pessoas que, à partida, são diferentes de nós. Podem não ser diferentes. Apenas terem o seu próprio mundo onde elas se refugiam para tentarem ser mais felizes. Um grande obrigada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Deficientes físicos e/ou mentais   Hoje à(s) 6:20 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Deficientes físicos e/ou mentais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Portugal - O Melhor de Naruto em Português :: Vila de Konoha :: Discussão Geral-

1999 - 2012 © Naruto™ - Pertence a Masashi Kishimoto e a Studio Pierrot. - Todos os direitos reservados ®
2007-2012 © Naruto Portugal - O Melhor de Naruto em Português™ - Todos os direitos reservados ®

Política de Privacidade